Uma semana antes de morrer, Dom Simão, bispo de Assis, celebrou missa em Aparecida


    Brasília, CNBB – Faleceu, na manhã de ontem, 27, o bispo da diocese de Assis (SP), dom José Benedito Simão, aos 64 anos. O bispo estava internado desde segunda-feira, 23, após sofrer Acidente Vascular Cerebral (AVC) Hemorrágico, durante reunião, na cidade de Marília. A Diocese de Assis informa que o corpo de Dom Simão está sendo velado na Catedral Diocesana (rua Padre David, 8, Centro). Neste sábado, 28, serão celebradas missas de corpo presente nos seguintes horários: 1h30, 6h, 10h, 14h e 17h.

    No comunicado, a diocese de Assis lamenta a morte do bispo que esteve à frente desta Igreja local por seis anos. “Agradecemos a Deus pela vida que se fez dom em nosso meio e pelo ministério episcopal que santificou nosso povo. Confiantes, rogamos ao Senhor, que conceda definitivamente o gozo das alegrias eternas a este bispo da Igreja”, consta na nota assinada por padre Oldeir José Galdino, do colégio de consultores.
Vida e missão
    Com o lema “Paz e Esperança”, dom José Benedito foi nomeado bispo em 28 de novembro de 2001. Natural de Caçapava, interior de São Paulo, nasceu em 1º de janeiro de 1951. Era mestre e doutor em Teologia Moral pela Academia Alfonsiana da Pontifícia Universidade Lateranense em Roma.

    Na trajetória episcopal, dom José Benedito foi bispo auxiliar de São Paulo, de 2002 a 2009, assessor da Pastoral Universitária do regional Sul 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), entre 2002 a 2011, reitor do Centro Universitário Assunção e presidente da Comissão em Defesa da Vida do regional Sul 1, de 2006 a 2009. É autor do livro “Exigências Morais de uma nova práxis cristã na América Latina”.

    Dom Simão, como era conhecido, foi sacerdote do clero da Arquidiocese de São Paulo por 20 anos e bispo auxiliar de 2002 a 2009, onde exerceu a função de vigário episcopal para a Região Brasilândia.

    O arcebispo metropolitano de São Paulo, Cardeal Odilo Pedro Scherer, manifesta pesar pelo falecimento de seu irmão no episcopado e envia suas condolências à Diocese de Assis.

Biografia
    Nascido em 1 de janeiro de 1951, em Caçapava (SP), Dom Simão foi ordenado em 7 de junho de 1981, na capital paulista. Foi nomeado bispo pelo Papa João Paulo II em 28 de novembro de 2001, sendo ordenado em 25 de janeiro de 2002. Era doutor em Teologia Moral pela Universidade Lateranense, em Roma. Seu lema episcopal era “Paz e Esperança”.

    Como padre, Dom Simão exerceu diversas funções na Arquidiocese de São Paulo: Pároco na paróquia Santa Rita de Cássia, em São Paulo, SP (1981-1982); Pároco na paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em São Paulo, SP (1983-1986); Vigário paroquial da paróquia Nossa Senhora da Esperança, na cidade de Dutra e Santana (1981-1984); Vigário paroquial da paróquia Santa Cruz em Parelheiros, São Paulo, SP (1984); Coordenador da Pastoral Vocacional, Arquidiocese de São Paulo (1981-1986); Coordenador da Pastoral da Juventude – São Paulo, SP (1983-1986); Reitor do Teologado dom José Gaspar, arquidiocese de São Paulo (1984-1986); Vice-Diretor Pedagógico da Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção (1992); Vice-Diretor Acadêmico da Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção (1993); Reitor do Seminário Teológico da arquidiocese de São Paulo (1994-1996); Diretor da Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção (1996-2002); Membro do Conselho de Presbíteros e do Colégio de Consultores da arquidiocese de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *