Como despertar as riquezas de seus sentimentos e de sua solidariedade


    Leo é um garoto de 16 anos como tantos: rebelde, ligado em tecnologia e entediado com a escola. Apesar de toda a rebeldia, ele tem um sonho que se chama Beatriz. E, quando descobre que ela está terrivelmente doente, o mundo de Leo se transforma. Partilhando todo este sofrimento com sua melhor amiga, Silvia. Leo não percebe que Sílvia gosta dele, e que mesmo não suportando a dor do amor não-correspondido, se mantém perto dele, para ter pelo menos sua amizade. Filme italiano, legendado.

Sinopse
    O filme Branca como leite Vermelha como sangue, inspirado no romance de Alessandro D Avenia, traz a história de Leonardo, o Leo, aos dezesseis anos. Vai a escola, tem amigos, gosta de esportes e tem preferência pela cor vermelha, que é a cor do amor e da paixão; detesta a cor branca que para ele é a cor da solidão, do nada e do vazio. Encontra-se com Beatrice, uma jovem linda de olhos verdes e cabelos vermelhos por quem se apaixona. Quando descobre que ela está gravemente doente busca soluções inéditas para salvá-la e encontra na solidariedade o caminho para se tornar uma pessoa madura e responsável. O filme é feito por jovens e para jovens, em que só o amor é capaz de despertar as riquezas de seus sentimentos e de sua solidariedade.

Classificação Indicativa: 14 anos
Duração do Filme: 102 minutos

Fonte: Paulinas 
http://migre.me/sIYdA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *