Monsenhor Jonas Abib convoca Renovação Carismática a ser uma “fábrica de santos”


    Aparecida, RCC Brasil – Depois de dias de formação, oração e reavivamento espiritual, o Encontro Nacional de Formação – ENF 2016, encerrou na manhã de domingo (31 de janeiro), com a celebração da Santa Missa presidida por Mons. Jonas Abib, fundador da Comunidade Canção Nova. Na Santa Missa, Mons. Jonas falou da missão da Renovação Carismática Católica e trouxe muitas palavras para levar os Grupos de Oração a viverem a finalidade que foi chamado.

Monsenhor Jonas disse ainda sobre a necessidade de viver e lutar pela santidade de cada um, sob o Senhorio de Jesus. “Quando Jesus se torna o nosso Senhor, todo o restante vem com acréscimo, inclusive a santidade. Até a nossa santidade de vida é consequência de Jesus ser o nosso Senhor”, disse Mons. Jonas.
O padre falou ainda sobre a importância de manter vivo o que mais caracteriza o G.O, que é o uso dos dons e do e Batismo no Espírito Santo. Sobre isso, Monsenhor Jonas disse que é preciso fazer a vontade de Deus para um novo reavivamento. Relembrando alguns fatos de anos passados na Renovação Carismática, o padre destacou a necessidade de usar com intensidade os dons. “No Grupo de Oraçãoa fé tem que ferver. O batismo no Espírito Santo deve fazer a fé ferver. O dom de cura precisa ser comum nos Grupos, e todos nós precisamos ter fé o suficiente para esperar o milagre de cada dia na nossa vida”, falou o sacerdote.

    Mons. Jonas usou como exemplo o apóstolo Paulo que explica que nem todos os dons são para todas as pessoas, mas o padre lembrou da necessidade de alguns dons especiais que devem ser usados cotidianamente: “ É preciso fazer que os nossos dons aconteçam, a palavra de profecia precisa ser comum no Grupo de Oração. A palavra de ciência é a intuição divina dentro da pessoa, ela precisa ser forte no Grupo”.  O padre ainda continuou dizendo que é preciso trazer novamente o uso da variedade de línguas e a interpretação de línguas. “Não espere que venha um pregador internacional para que isso aconteça. Os nacionais somos nós, Deus quer e a RCC precisa”, completou.

    Nesse último momento do ENF 2016, Mons. Jonas ainda deixou para a RCC um desafio, ele dizia que a RCC em seus Grupos de Oração precisa ser uma fábrica de santos, de milagres e de curas: “Precisamos ser uma fábrica de santos. Cada um de nós precisa ser santo”, concluiu.

    No final da celebração, a presidente do Conselho Nacional da Renovação Carismática do Brasil, Katia Roldi Zavaris, agradeceu a presença de todos no Centro de Eventos, e como forma de agradecimento, ofereceu ao Mons. Jonas Abib a imagem de Nossa Senhora de Pentecostes e para Dom Shóstenes Matjei, bispo da diocese de Obala- República dos Camarões a imagem de Nossa Senhora Aparecida. Na ocasião, a presidente anunciou a data do próximo ENF que acontece de 25 a 29 de janeiro de 2017, no mesmo local, em Aparecida (SP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *