180 graus – Vida e morte nas decisões e opiniões


Mais de 1 milhão de pessoas já assistiram esse vídeo que se tornou um grande fenômeno no YouTube depois de seu lançamento em setembro de 2011, alcançando a segunda colocação entre os vídeos mais debatidos e assistidos. O filme já provocou milhares de conversões à causa pró-vida.
Produzido pela Living Waters, os 33 minutos desse documentário fazem você pensar sobre o tema do aborto. O filme possui algumas cenas fortes, e recomenda-se aos pais ou responsáveis decidir se crianças devem ou não assisti-lo.
O vídeo mostra a controversa vida de oito pessoas que são inflexivelmente pró-aborto e mudam suas mentes e tornam-se pró-vida em questão de minutos, porque eles foram convidados a refletir ética e moralmente sobre o tema por meio de perguntas.

O documentário pró-vida tem uma abertura onde são entrevistados vários jovens que não conseguem reconhecer Adolf Hitler, uma ignorância que o autor e entrevistador Ray Comfort liga à aceitação generalizada do moderno Holocausto: o aborto legalizado. Enquanto jovens adultos que são entrevistados no filme são forçados a conectar a matança legalizada de judeus com o fato de que a sociedade está aceitando a matança de bebês em gestação, eles são vistos mudando de opinião, passando a se opor ao aborto.

“Assistir ao 180 é como andar na montanha-russa — uma experiência que provoca emoções —, pois assistimos pessoas se contorcendo enquanto são colocadas num dilema moral”, diz Ray Comfort.“O filme testa o caráter para mostrar o quanto as pessoas valorizam a vida humana. Ficar ignorante do que é possivelmente a parte mais sombria da história humana inevitavelmente resultará na desvalorização da vida, e uma repetição do Holocausto”.

Mais de 200.000 exemplares do DVD de 33 minutos foram distribuídos para as 100 mais importantes universidades dos EUA, e agora o autor, que é judeu, pastor evangélico e co-apresentador de um programa de TV, está voltando a atenção para as escolas secundárias.

Mas a coisa mais fascinante sobre 180 não é sua popularidade, mas seu impacto em audiências que são a favor do aborto, diz ele. “A coisa estupenda é que as pessoas que assistem a esse filme mudam da posição pró-aborto para a posição pró-vida”, disse Comfort. “Temos recebido milhares de e-mails de pessoas, muitas das quais mudaram enquanto estavam assistindo ao filme”. Uma estudante de escola pública secundária na Virginia Ocidental escreveu um e-mail sobre como o 180 ajudou a mudar a mente da sala de aula inteira dela acerca do aborto. Outro escreveu simplesmente: “Eu costumava votar em candidatos pró-aborto. Mas nunca mais farei isso. NUNCA”. Após assistir o filme, esperamos que você valorize a vida humana ainda mais.

Fontes:
http://www.portaldafamilia.org/
Site do DVD: http://www.heartchanger.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *