Cardeal Primaz do Brasil celebra a missa de corpo presente de Dom Jaime Luiz Coelho



Foto: Rafael Silva/O Diário

    Maringá, O Diário/Larissa Ayumi Sato – O Arcebispo de Salvador, na Bahia, e Cardeal Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, presidiu ontem (6) a santa missa de corpo presente do primeiro arcebispo de Maringá, Dom Jaime Luiz Coelho.

    A celebração foi realizada às 18h30 na Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Glória. Logo em seguida, ocorreu a celebração das exéquias, presidida pelo arcebispo Dom Anuar Battisti. O corpo de Dom Jaime foi sepultado na cripta da Catedral.

    A Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Glória ficou lotada de fiéis e religiosos no início da noite de ontem, terça-feira (6), para o último adeus ao primeiro arcebispo de Maringá, Dom Jaime Luiz Coelho, que morreu aos 97 anos, vítima de insuficiência renal crônica.

    A missa de corpo presente foi presidida pelo arcebispo de Salvador (BA) e Cardeal Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger (v. foto). A celebração foi acompanhada por cerca de 2,5 mil pessoas. Estiveram presentes cerca de 100 padres e 15 bispos.

    Ao fim da celebração, um cortejo levou o caixão de dom Jaime até a cripta. Cumprindo o ritual de despedida, o caixão foi retirado pela porta principal e contornou a circunferência da Catedral antes de ser levado até o local do sepultamento.

    Dom Jaime é o primeiro arcebispo a ser sepultado na cripta da Catedral Basílica. No local, estão sepultados desde 28 de abril de 2011 os restos mortais do monsenhor Sidney Zanettini, que coordenou a construção da igreja.

Velório
    Aproximadamente 30 mil pessoas passaram pela Catedral nos dois dias de velório do primeiro arcebispo de Maringá, segundo estimativa da Arquidiocese da Cidade Canção. No total, foram celebradas dez missas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *