Papa Francisco nomeia dom Giovanni Crippa novo bispo da diocese de Estância (SE)

    Brasília, CNBB – O papa Francisco nomeou,  no dia 9 de julho, dom Giovanni Crippa como bispo da vacante diocese de Estância (SE), transferindo-o da sede titular de “Accia” e do ofício de auxiliar na arquidiocese de Salvador (BA).

     Dom Giovanni Crippa é natural de Milão, Itália. Em 1981, emitiu os primeiros votos no Instituto Missões Consolata e foi ordenado padre no dia 14 de setembro de 1985. Na Itália, dom Giovanni foi animador missionário e vocacional, professor na Faculdade de Missiologia da Pontifícia Universidade Urbaniana (Roma) e membro da equipe de coordenação do Departamento Histórico do Instituto Missões Consolata. É bacharel em Teologia, mestre e doutor em História da Igreja, pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma.

    Em 2001 chegou ao Brasil, na arquidiocese de Feira de Santana (BA), onde atuou como vigário paroquial, pároco, diretor espiritual, professor, membro do Conselho Presbiteral, conselheiro provincial de sua congregação e conselheiro espiritual das equipes de Nossa Senhora.

    Em 21 de março de 2012, o papa Bento XVI o nomeou bispo auxiliar da arquidiocese de Salvador. Em maio do mesmo ano, recebeu a ordenação episcopal. Em setembro do ano passado, foi nomeado pelo papa Francisco administrador apostólico de Estância.

Saudação da CNBB a 
Dom Giovanni Crippa
    A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB saúda, com alegria, Dom Giovanni Crippa, nomeado dia 9 de julho, pelo Papa Francisco, como bispo da vacante Diocese de Estância (SE), transferindo-o da arquidiocese de Salvador (BA), onde era bispo auxiliar.

    Agradecemos a Dom Giovanni Crippa pelo seu empenho junto à Igreja Particular de Salvador como auxiliar de Dom Murilo Sebastião Krieger, Arcebispo Primaz do Brasil. A sabedoria e humildade de Dom Giovanni como Administrador Apostólico de Estância o qualificam para o serviço de Pastor desta Igreja. Ao mesmo tempo, desejamos que seu ministério episcopal se transforme em um pastoreio fecundo.

    Suplicamos ao Senhor da Messe que o cubra de bênçãos, tornando sua nova missão um verdadeiro anúncio da alegria do Evangelho nos “lugares mais necessitados, como numa constante saída para as periferias do seu território ou para novos âmbitos socioculturais” e estando “sempre onde fazem falta a luz e a vida do Ressuscitado” (Evangelii Gaudium).

    Com a proteção de Nossa Senhora Aparecida,

+ Leonardo Ulrich Steiner
Bispo Auxiliar de Brasília
Secretário Geral da CNBB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *